“O inverno já acabou e a chuva já passou. As flores estão crescendo e chegou o tempo em que os pássaros estão cantando nas árvores. A Primavera chegou” (Cantares 2.11 e 12)

A natureza por si mesma exalta o seu Criador. Todas as estações e sistemas de vida refletem que não existem por acaso, mas que há alguém extremamente Poderoso e Belo, por trás de cada detalhe. Se por trás de cada obra de arte, seja por obras das mãos, escrita ou falada, pode-se descobrir o sentimento e o espírito do artista, imagine quem é Deus, se pararmos para olhar o infinito do universo ou uma pequena flor.

A primavera traz consigo uma infinidade de mensagens. Fala que a vida é cíclica e dinâmica. O que ontem eram galhos secos, hoje é cheio de vida. O que ontem era cinzento, hoje é verde. O que ontem era aparentemente sem vida, hoje é florido. O que ontem era inodoro, hoje é perfumado. O que ontem era um clausuro, hoje é exuberante e pode ser exposto. O que ontem era sonho, hoje é uma realidade.

menina cheirando floresA Bíblia, cheio de cores e vida como é, fala das plantas. A figueira é símbolo de Israel e de Deus o Pai, a videira de Jesus Cristo e a Oliveira o povo de Deus e o Espírito Santo. Tem até mesmo uma mensagem interessante num dia que Jesus aproximou-se de uma figueira cheia de folhas e não achou nela nenhum fruto. A árvore foi amaldiçoada e secou imediatamente – Mc. 11.12-14. Neste caso era símbolo da nação Israelita que não possuía frutos espirituais. Doutra forma, Jesus não cometeu nenhum crime ecológico ou maldade.

Mesma não sendo tempo de figos, estava cheia de folhas. No caso da figueira, ela enche-se de folhas quando está com frutos, para protegê-los. E senão havia frutos, havia transmitido uma mensagem falsa. Isto nos leva a afastar das nossas vidas todo e qualquer sentimento de hipocrisia. Se Jesus vier até nós, o que poderemos oferecer? Frutos ou somente folhas?

menina colhendo flores

Jesus é comparado também ao Lírio dos Vales – Ct. 5.13. No dia em que Ele nasceu houve manifestação de um coral celestial. Era o Lírio brotando entre os espinhos deste mundo. Durante três anos e meio anunciou os valores do Reino dos Céus. Era o Lírio demonstrando a Sua real beleza. Um dia pregaram

Jesus na Cruz. Era o Lírio sendo esmagado, porém; exalando o perfume do Seu amor. Depois de permanecer por seis horas no cruento sacrifício, expirou. Era o Lírio murchando temporariamente. Jesus ficou detido na sepultura apenas por três dias, porque depois reviveu. Era o Lírio brotando novamente para espanto das potestades do mal. Após quarenta dias foi Ascenso aos Céus. Era o Lírio sendo transportado e plantado para sempre no Eterno Jardim.

É primavera. É tempo de unir-se ao canto dos pássaros e vibrar com as cores. Viva intensamente a sua vida e admire cada detalhe desta estação maravilhosa. Só não se esqueça de preparar para viver a Eterna Primavera, ao lado do Senhor.

 Fonte Internet: soudapromessa

Deixe sua mensagem para nós: