A cerimônia de despedida aconteceu no aeroporto internacional de Erevan, capital da Armênia.

O Papa encerrou neste domingo, 26, a sua primeira viagem à Armênia, iniciada na última sexta-feira, com um gesto de paz junto à fronteira turca, onde lançou duas pombas brancas, na companhia do patriarca dos Armênios, Karekin II.

A última cerimônia religiosa da visita decorreu no Mosteiro de Khor Virap, um dos lugares sagrados da Igreja Armênia, no sopé do Monte Ararat, hoje território da Turquia, que a Bíblia identifica como o local de paragem da Arca de Noé, após o dilúvio relatado pelo livro do Gênesis.

A cerimônia de despedida aconteceu no aeroporto internacional de Erevan, capital da Armênia, nação que conta atualmente com 280 mil católicos (9,6% da população).

A Armênia, como recordou o Papa, é considerada “o primeiro país cristão”, dado que o rei Tiridates III proclamou o Cristianismo como religião de Estado em 301, ainda antes do Império Romano, sob o impulso de São Gregório, o Iluminador.

O país recebeu um Papa pela primeira vez desde a visita de João Paulo II, em 2001.

Ainda em 2016, Francisco regressa ao Cáucaso para visitar a Geórgia e o Azerbaijão, entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro.

Da redação, com Agência Ecclesia

Fonte Internet: http://papa.cancaonova.com/francisco-encerra-viagem-armenia/

Deixe sua mensagem para nós: