Querigma e Catequese

A missão essencial da Igreja é a evangelização de todas as pessoas. O ato de evangelizar constitui de fato, a graça e a vocação própria da igreja, a sua mais profunda identidade. A igreja existe para evangelizar. A evangelização não é somente anunciar Cristo ou pregá-lo, mas também, graças ao poder do Espirito Santo, estabelecer um ambiente e uma estrutura que seja tão evangélica que realmente possa proporcionar o amor entre os irmãos. Desde o começo, os primeiros discípulos ardiam de desejo de anunciar a Cristo: “não podemos deixar de falar das coisas que temos visto e ouvido”( At 4,20). E desta forma convidam todos os homens de todos os tempos a entrarem na alegria da sua comunhão com Cristo. (cf. 1 João 1,1-4)
No ato integral de evangelizar podemos distinguir claramente dois momentos, importantes, distintos e sucessivos, interdependentes, que se complementam: o Querigma e a Catequese. Existe uma grande relação entres estes dois momentos da evangelização mas existem também diferenças que temos que distinguir. Muitos dos fracassos na evangelização se dão por falta do conhecimento das diferenças destas duas etapas deste processo.

Muitas vezes queremos catequizar antes mesmo de anunciar o querigma, anunciar Jesus como Salvador dos Homens. Queremos que as pessoas conheçam e amem a Sã doutrina sem que estas pessoas tenham uma experiência de Amor de Deus.

O que significa Querigma

A transmissão da fé cristã é primeiramente o anúncio de Jesus Cristo, para levar à fé nele. Desde o começo, os primeiros discípulos ardiam de desejo de anunciar a Cristo: “pois não podemos, nós, deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos”(At 4,20). E convidam os homens de todos os tempos a entrarem na alegria da sua comunhão com Cristo.

O significado de Querigma é: Primeiro Anúncio. A palavra tem origem no Grego Kerissen, que significa proclamar, gritar, anunciar. Desta forma podemos definir que querigma é exatamente isto: apresentar, proclamar, gritar, anunciar Jesus Cristo, morto e ressuscitado e glorificado para termos um experiência de mudança de vida, graças a fé. É experimentar e viver Jesus vivo como Salvador, Senhor, Messias que dá o Espirito Santo.

O querigma é como se fosse o cimento de uma construção e base da casa que esta sendo erguida, que se não for bem feita ou se não for feita não terá como a casa ficar de pé. Sem este primeiro anuncio, como primeira etapa da evangelização, será o mesmo que construirmos uma casa sobre a areia (cf. Mateus 7, 24-27) ou jogarmos pérolas aos porcos. (cf. Mateus 7,6).

Os temas fundamentais do querigma são:
O Amor de Deus
• O Pecado e suas Conseqüências no Mundo
• Jesus Salvador e Redentor dos Homens
• A Fé e a Conversão
• Espírito Santo
• A Igreja, Luz dos Povos e Sacramento de Jesus

Objetivos do Querigma

A Boa Nova consiste em anunciar Jesus, Salvador e Messias, que morreu e ressuscitou, foi glorificado para livra-nos do pecado e de suas conseqüências. Quando anunciamos este Evangelho, não se anuncia simplesmente um fato que aconteceu a mais de dois mil anos atrás, como se fosse somente um fato histórico, mas se tem um objetivo claro e bem definido. Este objetivo é: Tornar presente esta Salvação.

Para que isto aconteça se faz necessário um encontro pessoal com Jesus, Senhor e Salvador e Messias, que acontece pela Fé e Conversão, que abre os nossos corações para receber assim uma Vida Nova que nós é revelada pelo Espírito Santo, que nos faz que sejamos Igreja. Desta forma e dentro deste objetivo central podemos distinguir quatro metas a serem atingidas com a pregação do querigma. São elas:

A Salvação
• A Fé e a Conversão
• Receber o Espirito Santo
• Formar a Igreja

O que é Catequese

Desde cedo, na Igreja, passou-se a chamar de catequese o conjunto de esforços empreendidos para fazer discípulos, para ajudar os homens a crerem que Jesus é o Filho de Deus, a fim de que, através da fé, tenham vida em nome dele, para educa-los e instruí-los nesta vida, e assim construir o Corpo de Cristo.
A catequese é uma educação da fé do povo de Deus, a qual compreende especialmente um ensino da doutrina cristã. Ela anda intimamente ligada com toda a vida da Igreja. Não é somente a extensão geográfica e o aumento numérico, mas também e mais ainda o crescimento interior da Igreja, a sua correspondência ao desígnio de Deus que dependem da catequese.

Catequese ou catequizar é desvendar na pessoa de Jesus Cristo todo o desígnio eterno de Deus que nela se realiza. É procurar Conhecer e compreender os significados dos gestos e das palavras de Jesus e dos sinais realizados por Ele. Em resumo e se formar na doutrina de nosso Senhor Jesus Cristo. A finalidade da Catequese é: levar à comunhão com Jesus Cristo, pois, só Ele pode conduzir ao amor do Pai no Espirito e fazer-nos participar da vida da Santíssima Trindade.

Na Catequese, é Cristo, Verbo Encarnado e Filho de Deus que é ensinado, todo resto deve estar em relação a Ele. E somente Cristo ensina. Todo outro que buscar ensinar o faz na medida em que se torna porta voz, permitindo a Cristo ensinar pela sua boca. E todo o catequista deveria antes de ensinar, poder aplicar a si mesmo a misteriosa palavra de Jesus: “Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou” (Jo 7,16). Aquele que é chamado a ensinar o Cristo deve portanto primeiro procurar o conhecimento de Cristo. (ler Filipenses 3, 8-11)

É deste conhecimento amoroso de Cristo que jorra o desejo de anuncia-lo, de evangelizar e de levar aos outros ao sim da fé em Jesus Cristo. Nisto importa, na catequese, revelar com toda clareza a alegria e as exigências do caminho de Cristo. A catequese da vida nova em cristo será:

Uma catequese do Espírito Santo, Mestre interior da vida segundo cristo, doce hóspede e amigo que inspira, conduz, retifica e fortifica esta vida;

Uma catequese da graça, pois é pela graça que somos salvos, e é pela graça que nossas obras podem produzir frutos para vida eterna;

Uma catequese das bem-aventuranças, pois o caminho de Cristo se resume às bem-aventuranças, único caminho para a felicidade eterna, à qual o coração do homem aspira;

Uma catequese do pecado e do perdão, pois, sem reconhecer-se pecador, o homem não pode conhecer a verdade sobre si mesmo, condição do reto agir; e sem a oferta do perdão não poderia suportar essa verdade.

Uma catequese da virtude humanas, que faz abraçar a beleza e a atração pelas retas disposições em vista do bem;

Uma catequese das virtudes cristãs, da fé, esperança e caridade, que se inspira com prodigalidade no exemplo dos santos;

Uma catequese do duplo mandamento da caridade, desenvolvida no decálogo;

Uma catequese eclesial, pois é nos múltiplos intercâmbios dos bens espirituais na comunhão dos santos que a vida cristã pode crescer, desenvolver-se e comunicar-se.

Por:  / Catequese Querigmática
 Fonte Internet: http://catequesequerigmatica.blogspot.com.br/

 Conheça também para Catequese Infantil:
Querigma, brincar e viver – Vivência para a Iniciação à Vida Cristã

Catequese-Catequese-com-crianças-Caixa-de-jogos.De forma lúdica e interativa esta caixa com 9 (nove) dinâmicas possibilitará aos catequizandos o conhecimento da pessoa de Jesus Cristo e da vida em comunidade. Este material está intimamente ligado à Coleção “Catequese com Crianças” e será utilizado em momentos específicos no processo catequético deste material.

  • Vivência: Querigma

  • Vivência: Com o Bom Pastor

  • Vivência: Memória da vida de Jesus

  • Vivência: Memória da vida cristã

  • Vivência: Mímica

  • Vivência: A cruz de Jesus

  • Vivência: Eu encontrei Jesus

  • Vivência: A igreja é nossa casa

  • Vivência: Mistagogia

Para mais informações acesse: http://www.scalaeditora.com.br/produto/querigma-brincar-e-viver/

Deixe sua mensagem para nós: