O conceito de família para a Igreja Católica é muito especial. O Papa João Paulo II, em sua “Carta às Famílias” (escrita em 1994) refere-se a instituição como o “Santuário da Vida”. E não é de hoje que a família pode e deve ser considerada o nosso santuário, nosso porto seguro, nosso bem maior. É nela que devemos encontrar alento quando precisamos, alegria de viver e principalmente amor e devoção. Se todos os membros de uma mesma família não estão de comum acordo e sintonia, dificilmente teremos harmonia e um ambiente saudável.

E é por isso que separamos 6 passagens sobre família para que você as leia e lembre-se do verdadeiro sentido e significado dessa que é considerada pela Igreja o “vestígio e imagem da comunhão do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Sua atividade procriadora e educadora é o reflexo da obra criadora do Pai” (CIC, 2205).

pai-e-filho-lendo-a-biblia

1. “Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá.” – Êxodo 20:12.

Devemos sempre lembrar da importância de honrar e respeitar os nossos pais, os responsáveis pela nossa concepção e início de vida. Por mais que você possa ter desavenças ou ainda ter brigado ou se desentendido com eles, lembrem-se do amor Divino e deixe o orgulho de lado.

2. “Mas o amor leal do Senhor, o seu amor eterno, está com os que o temem e a sua justiça com os filhos dos seus filhos, com os que guardam a sua aliança e se lembram de obedecer aos seus preceitos.” – Salmos 103:17-18

Essa passagem dispensa comentários e exemplifica bem o que deveríamos seguir todos os dias com nossas famílias. Se seguirmos todos os preceitos e ensinamentos de Deus em relação a família sempre teremos Ele ao nosso lado, nos ajudando nas adversidades e abençoando mais a cada dia.

3. “Quem causa problemas à sua família herdará somente vento; o insensato será servo do sábio.” – Provérbios 11:29

Não é porque falamos o tempo todo que a família é o nosso porto seguro e que podemos contar com ela sempre que devemos ser insensatos e incoerentes ao pensar que eles podem e devem suportar as consequências de nossos atos errados. Devemos sempre lembrar que nossos atos tem consequências e que de maneira alguma podemos deixar nossas famílias sofrerem por conta deles.

4. “Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo”. – Efésios 4:32

O perdão torna-se tão dificil quando deve ser praticado dentro de casa, não é mesmo? Quantas vezes nos pegamos tomados por orgulho e raiva diante de um ente querido e em compensação, conseguimos perdoar e relevar atos de alguém que mal conhecemos? Deveria ser o contrário. Se Deus nos perdoou em Cristo devemos lembrar sempre de seu exemplo e praticar o perdão principalmente com a nossa família.

5. “Portanto, cada um de vocês também ame a sua mulher como a você mesmo, e a mulher trate o marido com todo o respeito.” – Efésios 5:33

Casos de desrespeito, brigas e até mortes entre casais infelizmente estão tornando-se cada vez mais frequentes. Devemos lembrar que são dois seres humanos que escolheram compartilhar uma vida juntos diante das. Lembrem-se de que o amor deve ser maior do que tudo, sempre!

6. “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente. “- 1 Timóteo 5:8

Negligenciar ajuda a um parente, abandonar os pais ou avós quando eles estão em idade mais avançada ou apresentando sinais da chegada da velhice. Quantos casos assim você conhece? Até mesmo dentro da sua família? Devemos sempre honrar e agradecer aqueles que cuidaram de nós e até mesmo se não cuidaram. O amor deve ser incondicional e devemos demonstrar cuidado e compaixão com a nossa família até o fim dos dias.

Fonte Internet: http://www.nossasagradafamilia.com.br/

Deixe sua mensagem para nós: