A Igreja Católica, durante o mês de outubro, enfatiza a dimensão missionária. No dia 23 deste mês, celebraremos os 90 anos da instituição do “Dia Mundial das Missões”.

Com o intuito de suscitar novas vocações missionárias, o mês denominado “das Missões” destaca o trabalho realizado por milhões de seguidores/as de Jesus em todo o mundo. Em sua mensagem para o Dia Mundial das Missões deste ano, o Papa Francisco enfatiza: “todos somos convidados a sair, como discípulos missionários, pondo cada um a render os seus talentos, a sua criatividade, a sua sabedoria e experiência para levar a mensagem da ternura e compaixão de Deus à família humana inteira”.

Dom Bosco há muito tempo aceitou este convite e colocou a dimensão missionária como parte constitutiva da Família religiosa que fundou. Ele foi um grande incentivador do trabalho missionário e vislumbrava nele a edificação da Igreja, sacramento de salvação e a consolidação da Família Salesiana, como vasto movimento, a serviço dos jovens e do povo. Para a Família Salesiana, missão é paixão por Jesus e, simultaneamente, paixão pelos jovens e pelas classes populares.

Ao longo da história dos Salesianos de Dom Bosco, inúmeros padres e irmãos dedicaram e continuam dedicando suas vidas em todos os Continentes, trabalhando como missionários em diversos ambientes educativos. “Não se vive melhor fugindo dos outros, escondendo-se, negando-se a partilhar, resistindo a dar, fechando-se na comodidade. Isto não é senão um lento suicídio”. “Se queremos crescer na vida espiritual, não podemos renunciar a ser missionários” (EG, 272).

A Inspetoria São João Bosco, neste momento, tem um salesiano em missão ad gentes no Continente africano – Angola, o Pe. Agnaldo Gomes. É um outro jeito de viver o serviço missionário.

Uma das formas para ajudar a alimentar a chama missionária, entre salesianos, jovens e leigos, em âmbito inspetorial, são as denominadas “Semanas Missionárias Salesianas”. Neste ano foram realizadas em três cidades: Belo Horizonte-MG, Brasília-DF e Vitória-ES. Norteados pelo tema: “Missionário – testemunha da misericórdia de Deus”, dezenas de jovens puderam fazer o exercício da missionariedade, acompanhados por salesianos e membros da Família Salesiana. Essas experiências, com facilidade, suscitam o voluntariado social e missionário de médio e longo prazo.

Somos chamados a cultivar o espírito missionário nas pessoas que vivem e trabalham nas Obras salesianas. Não permitamos que nos roubem o entusiasmo e a força missionária! Diz o Papa Francisco:“Não nos é pedido que sejamos imaculados, mas que não cessemos de melhorar, vivamos o desejo de progredir no caminho do Evangelho, e não deixemos cair os braços” (EG, 151).

Maria, estrela da nova evangelização, ajude as nossas Comunidades a refulgirem com o testemunho da comunhão, do serviço, da fé ardente e generosa, da justiça e do amor aos jovens, para que a alegria do Evangelho chegue aos confins do território onde estamos inseridos e nenhum ser humano fique privado da sua luz.

Padre Orestes Carlinhos Fistarol

Inspetor da ISJB

Fonte Internet: http://www.salesianos.br/

Deixe sua mensagem para nós: