O Colégio Salesiano Santa Teresinha, em São Paulo, tornou-se mais uma vez a casa de todos os jovens ligados aos Salesianos de Dom Bosco e das Filhas de Maria Auxiliadora (salesianas) no Estado de São Paulo: alunos das escolas, educandos das obras sociais, adolescentes e jovens das paróquias e oratórios.

Eles vieram à capital paulista para participar de mais uma edição do Festival da Juventude Salesiana, promovido pela Pastoral Juvenil Salesiana das inspetorias de Nossa Senhora Auxiliadora e Santa Catarina de Sena. Com o tema “Jovens na aventura da misericórdia”, uma alusão ao Ano Santo da Misericórdia, e o lema “#táfavorávelproperdão”, o encontro reuniu cerca de 2500 participantes, muitos enfrentando horas de viagem e chegando animados ao colégio para o festival que é uma grande confraternização da juventude salesiana.

O evento teve início às 11h com a Eucaristia presidida pelo Pe. Natale Vitali, Conselheiro Geral para a região América Cone Sul dos Salesianos de Dom Bosco, que realiza visita canônica na Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora em nome do reitor mor, Pe. Ángel Fernández Artime. Durante a homilia, Pe. Natale falou brevemente sobre as leituras e o salmo, que trouxeram à tona à mística do Bom Pastor, chamando cada um a, assim como Jesus, cuidar de suas ovelhas, fazendo assim um apelo vocacional. Ao falar do evangelho, Pe. Natale fez um alerta aos jovens sobre o capitalismo: “Quem é o mais importante no Reino dos Ceus? Jesus diz que é o mais simples, o mais humilde. Mas quem é o mais importante no mundo de hoje? Quem tem mais dinheiro, quem tem mais poder, quem aparece mais na mídia… Não é essa importância que Deus quer de nós”. Finalizou fazendo uma relação com a pessoa de Jesus: “O salário de Jesus é a felicidade!”.

Ao final da Eucaristia, antes da benção final, a inspetora das Filhas de Maria Auxiliadora, Ir. Helena Gesser, foi convidada a tomar a palavra. A exemplo das últimas edições do FEST, ela enalteceu o trabalho realizado pelas salesianas chamando cada religiosa presente para que fosse até a quadra onde o altar estava localizado. Em reconhecimento a juventude respondeu com muitos gritos e aplausos, sinal do carinho recíproco às irmãs, que por sua vez reafirmaram o porquê de suas vocações com a exclamação: “Nós amamos muito os jovens!”.

Ainda antes da benção final, o inspetor salesiano, Pe. Edson Donizetti Castilho, apresentou oficialmente o novo Conselho Inspetorial da Articulação da Juventude Salesiana, composto por representantes dos diversos grupos juvenis ligados à AJS em cada presença salesiana da Inspetoria de Nossa Senhora Auxiliadora.

Terminada a Eucaristia iniciaram as diversas atividades lúdicas reservadas para o FEST e preparadas pelos próprios jovens com o apoio dos assessores de Pastoral. Na saída do ginásio o grupo Batucarte, do Projeto Vida Melhor de Lorena, saudava os participantes com uma bela batucada. Além do Batucarte, o FEST ofereceu durante toda a tarde e em diversos espaços diferentes, apresentações de música, teatro, dança e capoeira, prática de esportes como vôlei, futsal e skate, vídeo game e uma oficina de Comunicação Social, que neste ano teve caráter vocacional. Na programação do dia havia 17 grupos de dança, nove bandas que participaram de um concurso, além de oito grupos teatrais.

O aspecto vocacional é um dos pontos principais do FEST. Um estande foi montado com materiais diversos relacionados à juventude e à vocação religiosa, apresentados por salesianos e salesianas do Serviço de Animação Vocacional.

Próximo ao estande vocacional, outro espaço importante para a espiritualidade cristã e salesiana estava montado: um espaço para o sacramento da Reconciliação. Durante todo o evento, padres salesianos atenderam aos jovens que quiseram confessar-se.

O FEST começou com espiritualidade e terminou com espiritualidade. No início da noite todos os jovens reuniram-se novamente no ginásio para uma rica vigília que encerrou o evento em clima de ação de graças.

Pe. Roque Luiz Sibioni, delegado para a Pastoral Juvenil, em mensagem de agradecimento publicada no Facebook, externou sua gratidão pelo empenho na preparação do FEST. “Acredito que estamos ganhando qualidade na proposta e na vivência de cada atividade do FEST enquanto momento celebrativo da vida dos jovens que estão conosco, na dimensão evangelizadora, educativa, cultural e relacional. Isso deve nos convencer cada vez mais de que existimos para os jovens, e quando a proposta é séria, participativa, atual, criativa e valoriza o protagonismo juvenil, eles sempre nos surpreendem e nos encantam na seriedade de viver cada momento e proposta”, escreveu.

O FEST de 2017 deve ser ainda mais especial. O inspetor, Pe. Edson, anunciou aos jovens que a próxima edição do evento deverá contar com a presença do sucessor de Dom Bosco, o Pe. Ángel Fernández Artime. O clima em que os jovens voltaram para suas casas não poderia ser outro: muita alegria e expectativa.

Acesse todas as fotos clicando aqui!

Fonte Internet: http://www.salesianos.com.br/

Deixe sua mensagem para nós: