Neste mês dedicado às Vocações, em especial às Vocações Sacerdotais e Religiosas, nosso querido Pe. Ilmário de Souza Pinheiro, SDB, conta-nos um pouco de sua vida e de seu chamado ao sacerdócio, dando-nos seu Testemunho Vocacional.

Nasci em 15 de agosto de 1984, na cidade de Petrolina, interior de Pernambuco. Neste dia se celebra a festa de Nossa Senhora Rainha dos Anjos, padroeira da cidade, da qual me tornei devoto. Na minha família, bastante católica, aprendi os valores cristãos e por ela fui conduzido à vivência dos sacramentos.  Outra importante fonte de formação humana, espiritual e intelectual foi o Colégio Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, das irmãs salesianas. Nesta instituição, onde permaneci durante onze anos, pude conhecer Dom Bosco e o seu carisma, especialmente por meio da pedagogia salesiana lá praticada.

Ordenação sacerdotal de Pe. Ilmário, em Aracaju

Apresentei alguns sinais de vocação sacerdotal desde a infância, com algumas oscilações, especialmente na adolescência. Mesmo já tendo negado alguns convites, um dia decidi ser coroinha. Fui recebido pelo P. Bernadino Padilha da Luz, de saudosa memória.  Aquele reconhecido santo influenciou-me positivamente. Embora nunca tivesse me indagado sobre uma possível vocação ao sacerdócio, o seu exemplo foi de grande valor para a minha futura escolha.

No ano de 2000, após participar de uma festa de Nossa Senhora Auxiliadora, uma irmã salesiana me convidou a fazer uma viagem para participar de um ‘encontro vocacional salesiano’. Naquele período, a minha vocação não estava ‘em alta’, ainda assim aceitei o convite. Desde então, em contato com os salesianos, alimentei novamente o desejo de me tornar sacerdote, agora com o diferencial da consagração religiosa na sociedade de São Francisco de Sales. 

Pe. Ilmário junto a crianças em Aracaju

A minha saída de casa, não fácil pelo apego a família, aconteceu em Janeiro de 2002, quando fui morar em Fortaleza-CE, na etapa do aspirantado. Com um total de onze anos de formação, passei também pelas cidades de Recife, Jaboatão e São Paulo. Durante os anos formativos, pude experimentar, especialmente por meio da convivência com os formadores, a especificidade da vocação do salesiano sacerdote: ser consagrado por Deus para servir a Igreja, de modo particular a juventude.

Para a ordenação sacerdotal, ocorrida em 15 de dezembro de 2012, no Santuário Sagrado Coração de Jesus, em Recife-PE, escolhi o tema “O bom pastor dá a vida por suas ovelhas” (Jo 10, 11). No dia seguinte, presidi a primeira missa na Catedral de Petrolina, onde servi muitos anos como coroinha.

Pe. Ilmário durante celebração eucarística com Leandro, Denis e Giovanni

Como padre novo, fui destinado à presença salesiana de Aracaju-SE. Ali, fui responsável pela animação pastoral das crianças, adolescentes e jovens do Colégio e do Oratório. Era também vigário paroquial na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. Durante três anos, experimentei a graça de uma feliz convivência, com diversas expressões de trabalho pastoral, mas especialmente no contato diário com os destinatários. Também em Aracaju, continuei os estudos em filosofia, no programa de mestrado da Universidade Federal de Sergipe. Depois disso, fui enviado a cidade de Lorena-SP, onde estou até hoje. Aqui componho a comunidade formativa do pós-noviciado, trabalho no Unisal, como professor e coordenador de pastoral, e no Oratório São Luiz, como diretor espiritual.

Pe. Ilmário e pós-noviços Salesianos

Toda vocação cristã se fundamenta especialmente no batismo, que é fonte de todas as vocações. O sacerdócio é, como continuidade desta primeira vocação, um particular chamado de Deus. A grande responsabilidade desta condição, diante da nossa fragilidade, pode nos surpreender. A graça divina, porém, quando acolhida, vem em nosso auxílio.

P. Ilmário de Souza Pinheiro, SDB

 

Veja como foi a Ordenação Sacerdotal de Pe. Ilmário:

http://www.jampajovens.com.br/2012/12/ordenacao-salesiana.html

 

 

Deixe sua mensagem para nós: